Instituições, Meio Ambiente, Finanças e Investimentos na Economia Real: (Des)Equilíbrios na Amazônia Legal

Instituições, Meio Ambiente, Finanças e Investimentos na Economia Real: (Des)Equilíbrios na Amazônia Legal

Uma pesquisa inovadora intitulada “Instituições, Meio Ambiente, Finanças e Investimentos na Economia Real: (Des)Equilíbrios na Amazônia Legal“, realizada por Andrea Raccichini, Peter May, Luiz Fernando de Paula e Valeria Gonçalves da Vinha, foi publicada.

Este trabalho examina os fluxos financeiros ambientais na região da Amazônia Legal, resultantes das convenções sobre mudanças climáticas e biodiversidade. Ele hipotetiza que no Brasil existe uma significativa discrepância entre as necessidades ambientais e os fluxos financeiros alocados para abordá-las.

Os resultados enfatizam a necessidade de estabelecer uma economia socioambiental na região da Amazônia Legal, apoiada por um sistema de financiamento adaptado às necessidades únicas dos territórios amazônicos e suas populações.

Metodologia

  • A pesquisa adota uma abordagem qualitativa com um quadro teórico interdisciplinar, integrando perspectivas do Novo Institucionalismo e do Pós-Keynesianismo.
  • O estudo analisa dados secundários oficiais para caracterizar e avaliar os fluxos financeiros.
LinkedIn
Twitter
Email

Join the event

Instituições, Meio Ambiente, Finanças e Investimentos na Economia Real: (Des)Equilíbrios na Amazônia Legal
Plugin WordPress Cookie by Real Cookie Banner